Notícias

Conama regulamenta a obrigatoriedade de genotipagem para aves

No dia 16 de maio, foi publicado no Diário Oficial da União a resolução de nº 487 do Conama – Conselho Nacional do Meio Ambiente, resolução esta que regulamenta a obrigatoriedade da genotipagem para aves silvestres e outros animais ameaçados de extinção.

A resolução de nº487 tem como objetivo especificar todas as formas de identificação permitidas para animais silvestres criadas em cativeiro, para evitar possíveis adulterações e assim fortalecer o combate ao tráfico e criação ilegal desses animais.

A obrigatoriedade da genotipagem (registro genético) para aves visa atestar a comprovação de origem de todos os animais criados em cativeiro, já que cada animal possui uma combinação genética única, impossibilitando assim a inserção de aves provenientes da natureza junto da criação em cativeiro. Todos os machos e fêmeas do plantel deverão ser genotipadas, dessa forma todos os filhotes nascidos poderão ter sua origem genética comprovada através de comparações.

Confira abaixo o que diz o artigo 9º da resolução 487, que pode ser lida na íntegra clicando aqui.

“Art. 9º A pessoa física ou jurídica, devidamente autorizada pelo órgão ambiental competente a reproduzir em cativeiro, com finalidade comercial ou amadora, deverá providenciar a identificação genética dos reprodutores machos e fêmeas do seu plantel das espécies listadas no Anexo I. “

Principais espécies afetadas pela regulamentação:

Curío, Bicudo, Trinca Ferro, Coleiro, Azulão, Pássaro Preto, Canário da Terra, Papagaio verdadeiro, Arara Canindé, Arara vermelha, todas as espécies podem ser consultadas através do Anexo I da resolução de nº 487, clicando aqui.

Gostou? Compartilhe com os amigos !!

About São Camilo Biotecnologia

2 thoughts on “Conama regulamenta a obrigatoriedade de genotipagem para aves

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *